top of page

Ciclo de Conferências ‘E depois do adeus… – O legado da Revolução dos Cravos’


Na noite do dia 24 de abril de 1974, às 22h55, os Emissores Associados de Lisboa transmitiram a música “E depois do adeus” na Rádio. Ao reproduzi-la, era emitida a primeira senha para que se desse início à Operação Fim Regime, que, consumada ao longo do dia seguinte, derrubaria a longa ditadura do Estado Novo português.

Considerada como um marco nas transições à democracia realizadas nas últimas décadas do Século XX, a Revolução dos Cravos completou 50 anos em 2024.

O fim da ditadura em Portugal, contudo, gerou impactos em curto, médio e longo prazo não apenas no Sul da Europa, mas também nas colônias africanas que, por séculos, foram exploradas pelo Império ultramarino.

Para refletir sobre os 50 anos da derrubada do regime autoritário português e seus impactos, o Núcleo de Pesquisa sobre Políticas de Memória (NUPPOME) da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) vai realizar, em julho, o Ciclo de Conferências ‘E depois do adeus… – O legado da Revolução dos Cravos’.

Para tanto, contaremos com a participação de pesquisadoras/es de diferentes Universidades portuguesas, todas/os refletindo sobre o tema a partir de diferentes perspectivas.


As atividades serão realizadas de forma Online no Canal do Núcleo no YouTube.






4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page